Páginas

30 de ago de 2009

Justiça rapa tudo de Romário


Duas oficiais de Justiça penhoraram sexta-feira vários bens do ex-jogador Romário, que se prepara para voltar a jogar futebol defendendo o América na Série B do Estadual. A medida é para assegurar o pagamento de quase R$ 1 milhão ao ex-técnico Zagallo, que move ação contra ele desde 1998.

O mandado foi expedido quarta-feira. Entre os bens penhorados, estão cinco ternos Armani e Versace, oito óculos Prada, um sofá, dois tapetes, três quadros de autores desconhecidos, quatro TVs de LCD, uma adega, uma churrasqueira e 15 aparelhos de ginástica. O advogado do baixinho, Norval Campos Valerio, confirmou a penhora, mas disse que Romário pediu para que ele não comentasse o assunto. A ação por dano material movida por Zagallo se refere à caricatura do treinador pintada na porta do banheiro do bar Café do Gol, após a Copa de 1998, quando o Baixinho foi cortado da Seleção pouco antes do Mundial.

A penhora dos bens é mais uma etapa do período complicado que Romário tem vivido. Em julho, ele passou 22 horas preso na 16ª DP (Barra) por não pagar três meses de pensão alimentícia aos filhos do primeiro casamento, Moniquinha, 19 anos, e Romarinho, 15. O jogador foi solto após quitar a dívida de R$ 89.641,44. No início deste mês, a cobertura do baixinho, na Barra, foi leiloada por R$ 8,01 milhões. O leilão foi resultado de ação judicial movida por casal de vizinhos de Romário em 2003.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...