Páginas

8 de out de 2009

Lenda da cidade das lésbicas vira verdade para mídia chinesa


Era uma vez uma cidade no norte da Suécia onde só as mulheres podem entrar. O lugar, chamado de Chako Paul, foi fundado por uma viúva muito rica em 1820, tem 25 mil habitantes e um grande castelo medieval. Duas loiras fazem a guarda da entrada da cidade e os homens que se arriscam a conhecer o lugar são agredidos pela polícia local.

Além disso, em Chako Paul, as mulheres se tornaram lésbicas para poder satisfazer seus desejos sexuais diários.

Nos últimos anos, a cidade viu um aumento significativo no turismo. Todos os anos milhares de mulheres estrangeiras invadem a cidade sueca em busca de aventuras e prazer.

É claro que Chako Paul não existe. Só não conte isso aos chineses. A imprensa local fez uma cobertura intensa sobre a cidade nos últimos dias. Centenas de matérias pipocaram nos jornais e na televisão do país. Até a agência de notícias oficial do governo embarcou na história.

Os suecos ficaram intrigados com o fato. Ninguém no país já ouviu falar em algo parecido. A lenda pode ter sido uma pegadinha de alguém da mídia chinesa.

Segundo Claes Bertilson, porta-voz da Associação das Regiões Suecas, a história é de fato supreendente.

- Com 25 mil habitantes a tal cidade seria uma das mais populosas no norte da Suécia. Acho difícil alguém guardar um segredo desses por mais de 150 anos.


Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...