Páginas

20 de dez de 2009

Sexo em lugares públicos - Parte 01


Tem quem ache que sexo em lugares públicos é a melhor coisa do mundo. Tem quem ache, também, que mesmo quando não é em lugares públicos, sexo ainda é a melhor coisa do mundo.

Em geral, quando uma notícia ganha atenção pública desse jeito, a coisa mais natural de se acontecer é juntar aquela rodinha de pessoas pra comentar e relembrar coisas parecidas que aconteceram no passado.

Foi basicamente isso que a mídia fez, relembrando alguns dos sexibicionistas mais famosos da nossa história recente. Nada de famosos como Hugh Grant e Divine Brown – só gente normal. Ou não.

Veja só.

Sexo nas terras da Rainha

Em maio deste ano, houve casal que foi pego transando como rei e rainha, na Inglaterra. Para eles, bastou o local – o jardim do Castelo de Windsor, na Inglaterra. Eles nem ligaram com os turistas tirando fotos. Diz-se, inclusive, que a Rainha estava em casa quando rolou o bafão.


Sexo em alta velocidade

No começo deste ano, na Noruega, um Mazda 323 excedeu o limite de velocidade em uma rodovia. O veículo ziguezagueava à velocidade de 133 km/h quando o limite considerado seguro é de 100 km/h. Enquanto o carro quebrava o limite de velocidade, o casal dentro dele açoitava os limites da decência.

- O carro ia zanzando de um lado a outro na pista porque a mulher estava sentada no colo do homem enquanto ele dirigia e consumava o ato, se assim podemos dizer, pode dizer Tor Stein Hagen, superintendente da polícia distrital de Soendre Buskerund.

Sexo na estação de trem

Um casal, descalço até a testa, foi pego transando na estação de Croydon, na Inglaterra. O local é tão romântico que a mulher, de 29 anos, e o rapaz, de 17, fizeram ouvidos moucos ao funcionário da estação que pedia pra que eles parassem com a pouca vergonha e botassem roupa. A polícia precisou intervir com bales de água fria e levou o par para passar a noite na cadeia – em camas separadas.

Sexo na cabine telefônica

Ano passado, um casal ficou 40 minutos em uma cabine telefônica em frente ao Palácio de Justiça de Brighton, na Inglaterra, em plena luz do dia. Quem viu, diz que o bicho pegou.

- Eles não estavam nem aí para quem via, disse um passante que viu tudo.


Sexo no tribunal – não é no banco dos réus

O juiz Donald Thompson levou enquadro e foi pro xilindró depois que descobriram que ele julgava seus casos com uma bomba de sucção, funcionando, por baixo da bancada. De acordo com relato de testemunhas em seu julgamento, em 2006, ele fazia uso do seu instrumento em casos que eram muito chatos ou em casos que ele considerava, digamos, excitantes. Levou 4 anos de prisão, perdeu o cargo e,também, a bomba de sucção.

Sexo na Igreja

Um casal de bêbados em Cesena, na Itália, parou a missa com seus grunhidos e gemidos de amor. Os fiéis chamaram a polícia que passou uma reprimenda nos dois, por praticarem atos obscenos e atrapalharem um procedimento religioso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...