Páginas

7 de mar de 2010

Piloto passa 13 anos voando com licença falsa

Um sueco de 41 anos foi preso no aeroporto de Schiphol, na Holanda, por pilotar aviões com uma licença falsa. O malandrão já enganava as autoridades há 13 anos.

O pilantra já estava no cockpit do Boeing 737 da Corendon Airlines, se preparando para decolar para Ancara, na Turquia, com 101 passageiros a bordo, quando a polícia holandesa invadiu o avião e o prendeu, após um contato de autoridades suecas.

A companhia aérea turca havia sido informada pela polícia com antecedência e já tinha um segundo piloto preparado para o voo, que seguiu viagem normalmente.

O piloto falso tinha cerca de 10 mil horas de voo. Ele havia trabalhado para companhias aéreas da Bélgica, Reino Unido e Itália.

No momento da prisão, o sujeito, surpreendentemente, parecia aliviado com o fim da farsa.

O sueco era, de fato, piloto de avião, mas nunca conseguiu obter autorização para transportar passageiros.

Segundo algumas autoridades holandesas, o malandro é um playboy que gostava de viajar pelo mundo e tem uma namorada "em cada aeroporto".

Na cadeia, o sueco se descreveu como sendo um fotógrafo que vive em Milão, na Itália, mas que curte voar pois "adora ver o mundo do alto".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...