Páginas

9 de mai de 2010

Red Bull Air Race cancelado no Rio

O dilema começou cedo aqui em casa. Dia das mães, corrida começando as 11:15h e tempo chuvoso.
Depois de desistirmos umas três vezes, resolvemos nos aventurar. Minha mãe deixou o carro em Laranjeiras (casa da minha avó) e fomos andando.
Todos os jornais diziam que não teriam vagas para estacionar. Meu irmão de 4 anos querendo colo.
Quando chegamos ao Aterro do Flamego, local da corrida, vimos que andamos à toa. Muitas vagas disponíveis nas ruas próximas.Abriu um mormaço e achamos que tudo correria bem.
Perdemos o primeiro piloto, e no 4º piloto, a chuva caiu impiedosamente. Um corre-corre tomou conta de tudo. Muitas crianças que estavam no local todas molhadas. (Nós estávamos equipados).
A organização do evento estava primorosa. Muitos seguranças, telões e som impecáveis.
Uma pena que a festa não foi completa, e acho que eles deveriam repensar no horário.
Segundo os organizadores, o problema não é a chuva, e sim o excesso de vento, que superou os 50 km/h, velocidade máxima aceita para a disputa da prova.

Com isso, a vitória acabou com o austríaco Hannes Arch, que havia marcado o melhor tempo nas tomadas preliminares do sábado: ele completou o percurso em 1min20s44. Ele já havia vencido a etapa anterior da prova, em Perth, na Austrália.

O segundo lugar ficou com o britânico Nigel Lamb, com 1min21s17, seguido por outro britânico, o atual campeão mundial da prova, Paul Donhomme, que marcou 1min21s62. O brasileiro Adilson Kindlemann não competiu, porque ainda se recupera de um acidente sofrido nos treinos para a etapa australiana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...