Páginas

4 de jan de 2011

Menina que nasceu com duas cabeças

Islaam Maged era uma cabeça-parasita ligada à cabeça de Manar Maged, um bebê nascido no Egito em março de 2004. Seu cérebro era completo, mas seu pequeno corpo não possuía nenhum órgão interno. Essa condição, conhecida comocraniopagus parasiticus, condenava Manar à morte lenta, porque dependia inteiramente do organismo de seu irmão gêmeo, ou siamês.
Islaam podia piscar, mamar, chorar e sorrir, mas, passados dez meses, os órgãos de Manar começaram a ter problemas porque estavam trabalhando para garantir a sobrevivência do corpo de Manar e da cabeça parasita. A saida foi separar Islaam de Manar para salvar-lhe a vida. Foram treze horas de cirurgia e Islaam, obviamente, morreu na mesa de operação. 
Manar sobreviveu um ano e morreu, em março de 2006, devido a uma infecção cerebral muito séria, contraída em uma cirurgia posterior.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...