Páginas

20 de jan de 2011

MEU EU SECRETO - Histórias de Crianças Transgêneras _ Documentário completo

Reportagem sobre alguns dos casos mais jovens de crianças transgêneras, incluindo uma menina de 6 anos que nasceu menino, um menino de 10 anos que vive como menina e um garoto de 16 anos que nasceu menina. Barbara Walters fala com essas crianças transgêneras, todos diagnosticados com transtorno de identidade de gênero, assim como com seus pais, que estão permitindo que seus filhos vivam com o gênero que eles se identificam, a fim de poupá-los de um futuro de angústia e dor. Eles estão compartilhando suas histórias pessoais para aumentar a compreensão futura da transexualidade de seus filhos.






E aí, o que você acha?

41 comentários:

  1. Adorei esse documentário! Parabéns pelo blog, realmente MUITO bom! Não sabia que existiam tantas pessoas assim...

    ResponderExcluir
  2. Muito esclarecedor o documentário.
    tomara que isso sirva pra as pessoas se livrarem de um preconceito ridiculo :D

    ResponderExcluir
  3. Isso jamais deveria ser incentivado. Jamais queria que um filho meu fosse assim. Para quem será oferecida a entrada no reino eterno? NÃO PARA ESTES: “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus” (1 Coríntios 6:9-10). MAS PARA ESTES, SIM: “Ouvi, meus amados irmãos. Não escolheu Deus os que para o mundo são pobres, para serem ricos em fé e herdeiros do reino que ele prometeu aos que o amam?” (Tiago 2:5).

    ResponderExcluir
  4. adoreeeeeeeeeeei o documentario...
    fiz um trabalho sobre isso ano passado, super legal.. acho esse assunto muito interessante!
    parabens pelo blog

    ResponderExcluir
  5. meu querido.. nao eh questao de incentivo e sim é considerado uma doença mental como depressao, esquizofrenia... bipolar.. e ai vai... que o tratamento seria a transiçao de sexo!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom. No último vídeo, tem um comentário imbecil de um cara, que prefiro não reproduzi-lo. Se checarem vão perceber a imbecilidade humana, o nojento preconceito, o julgamento, o desprezo de algumas pessoas por semelhantes.

    Isso ainda é feito por alguém crente em Deus e cita até a Bíblia.


    ____


    Lésbicas e gays, nascem com alguma vontade, algo que percebem que são diferentes. E após anos descobrem o que é, mas nem por isso elas mudam o corpo, o jeito de vestir, somente alguns e isso se a pessoa se assumir.

    Transgênero é aquele qe com dois anos de idade sente que não está no corpo certo, que ele não é o gênero que é anatomicamente, biologicamente e cromossomicamente. Ele é o outro gênero.


    Veja o exemplo da Richie, quase cortou o próprio pênis e esconde ele quando vai tomar banho. Isso não é comportamento de gay! Ainda mais uma criança.


    Bom post.

    ResponderExcluir
  7. Anonimo preconceituoso que cita a biblia,


    Cria vergonha na sua cara, coloque seu nome, sua foto, seja digno e mostre quem você é para julgar os outros.


    Pecado é julgar os outros, ter nojo, preconceito, humilhar o semelhante, pq pelo seu perfil e comentário grosseiro faria facilmente se encontrasse alguém que você não aprovasse. Ou estou enganada?

    ResponderExcluir
  8. Adorei a matéria, muito bom os pais q aceitam os filhos com transtorno de gênero, isso é o principal pra essas pessoas não irem pra marginalidade e terem um vida decente. A aceitação tem q começar dentro de casa.

    ResponderExcluir
  9. nossa... adorei essa reportagem... até chorei, é realmente comovente... não deve ser uma coisa fácil aceitar que sua filha se acha homem e vice-versa...

    ResponderExcluir
  10. PARA A PESSOA ANÔNIMA Q FALOU DE UMA PASSAGEM BÍBLICA E ACHO MEGA APROPRIADO COLOCAR AQUI. QUERIDA PESSOA, SE PARA INGRESSAR NO PARAÍSO/REINO DE DEUS A PESSOA NÃO PODE TER NENHUM "DEFEITO"...ENTÃO AS PORTAS DESTE MAGNÍFICO REINO TB ESTARÃO BEM FECHADAS PARA VC. TRATE-SE URGENTEMENTE, POIS AINDA VC TEM TEMO DE SE CURAR.


    MTO LEGAL A MATÉRIA....TOCANTE....

    ResponderExcluir
  11. Um ótimo documentário, lição de vida!
    E é triste ver que tem gente que acredita que Deus não ama homossexuais e trangêneros, pois fique sabendo que Deus ama todos, não importa o que.

    ResponderExcluir
  12. adorei a materia e essa mensagem fica para os homofobicos de plantão, não importa o que a pessoa é fisicamente e sim o que ela no seu interior, na sua forma de amar o proximo e também na sua fdorma de viver, enfrentando o mundo de cabeça erguida. Eu se tiver um filho que queria ser menina ou uma filha que queira ser menino vou apoia-lo sempre, vou estar do lado dele(a) para tudo, porque quando amamos alguem sempre queremos o bem da pessoa, sempre queremos ver essa pessoa feliz, principalmente um filho, que é uma parte sua.

    ResponderExcluir
  13. Que ridículo. Bombardeiam a sociedade com o mito do "gay divertido", aí uma criança fala umas asneiras e "pimba"!!!
    Quem tem transtornos nessa história são os pais, onde se viu dar ouvidos a uma criança sobre algo tão sério!
    Depois se queixam da nossa sociedade lixo. Basta um arrotar e vários vem em seu apoio.

    ResponderExcluir
  14. Achei um pouco forte, tenho q estudar mais a respieto disso.
    Acho que isso e falta de vergonha na cara. kkk
    Vc viu o pai do primeiro video todo bobão segurando a mão da mãe.
    Olha só, eu nesci querendo ser rico e nasci pobre, nem por isso vivo na depressão ou vivo finjindo sendo uma pessoa rica (nem quando eu bebo).

    Então para mim isso e um modismo que logo sera insentivado aqui no Brasil.

    Sinseramente não quero evr meu filho vendo TV

    ResponderExcluir
  15. Nossa, não sei nem o que dizer... Mas esse documentário é extremamente emocionante, chorei várias vezes! Eu nasci menina, me sinto menina, gosto de homens, mas não consiguiria imaginar o tamanho da minha dor se eu estivesse em um corpo masculino. Ainda bem que há pessoas de mente aberta e de bom coração que aceitam seus filhos, amigos, namorado (a)s e etc assim como eles são! Que felicidade seria que um dia todos abrissem suas mentes e seus corações e se libertassem d todo esse preconceito idiota!

    Sobre o comentário desse "cristão", tenho que concordar com a Rêe Reis e dizer: lamentável. Assim como está escrito na própria bíblia que ele diz crer, "amai-vos uns aos outros como a vós mesmos"... Imagine você na situação dessa criança. Tenho certeza que seu pensamento seria diferente. Pode até ser que se você fosse menino e se sentisse menina, você reprimisse esse desejo e faça coisas de menino, mas no fundo, você será eternamente infeliz, por não aceitar a si mesmo da forma que você é.

    Eu acredito com todas as mnhas forças que um dia a humanidade ainda abrirá seus olhos e acabará com todos os tipos de preconceito. E a verdade libertará a nós todos... ^^

    ResponderExcluir
  16. ridículo é uma pessoa como você não entender que é um fato médico COMPROVADO e não só asneiras infantis.

    ResponderExcluir
  17. vocês anônimos ai em cima vocês são uns idiota falam desse jeito porque não sabem o que essas crianças passaram é horrível você se sentir mulher e ser homem ou o contrario falo isso por experiência própria vocês anônimos que vem falar besteiras aqui você não tem a metade da coragem dessas crianças porque se tivessem coragem realmente como essas crianças você não iriam comentar como anônimos

    ResponderExcluir
  18. Por que ainda existe gente tão ignorante? Os pais nunca incentivaram, apenas apoiaram e ouviras os próprios filhos. Os filhos não queriam apenas se parecer com o sexo oposto ou fazer o que o sexo oposto faz, eles se consideravam realmente nascido com o gênero errado.
    Quando eu era mais nova, houve uma época em que eu não gostava de ser garota, sempre tirava os brincos que minha mãe colocava, gostava de roupas menos femininas e ,sempre que podia, pegava algumas roupas de um primo meu pra usar o tempo todo.
    Minha mãe não me incentivava, mas também nunca me reprimiu. Já até cortei o cabelo muito curto quando tinha uns 10 anos.
    Quando entrei na puberdade, também não gostava de ver meus seios crescendo..
    Fora isso, sempre me interessei por homens.Depois de um tempo, aceitei tudo completamente. Hoje em dia não me sinto mal em ser mulher, mesmo assim até gostaria de ter nascido um garoto..e seria um garoto gay haha
    Mas o que eu sentia não era o mesmo que essas crianças sentem. Para mim não era um problema, um sofrimento ser menina, tanto que hoje acho ótimo. Talvez o que eu não gostasse e até hoje não gosto são essas frescurinhas de usar jóias, vestido, rosa, etc.
    Meus pais nunca me reprimiram, sempre me deixaram usar o que eu quisesse e não sou trans.

    Para os que não entenderam, nem vendo o documentário: uma criança transgênera não se identifica com o proprio sexo, se olha no espelho e acha que tem alguma coisa errado. Ela não quer ser, ela é. "Asneira infantil"?

    ResponderExcluir
  19. Não escreveu demais não Flávia, acredito que o melhor de um blog sejam os comentários, afinal são neles que aprendemos mais ou vemos posições contrárias as nossas.

    Obrigado a todos que comentaram!

    ResponderExcluir
  20. Excelente matéria, aos preconceituosos, seus pouco desenvolvidos, vocês tem muito o que aprender ainda, no mundo de hoje você ter qualquer tipo de preconceito, significa que você é atrasado.

    ResponderExcluir
  21. CAMBADA DE PRECONCEITUOSOS, PROCUREM ESTUDAR E SE INFORMAR MAIS. NÃO FALEM DE DEUS PQ O NOME DELE NÃO DEVE SER UTILIZADO EM VÃO. PROCUREM RESPEITAR O QUE EXISTE. SE VC SE CACHA NORMAL, ÓTIMO! MAS NÃO DESRESPEITE E NEM JULGUE OS QUE SÃO DIFERENTES DE VOCÊ.

    ResponderExcluir
  22. Ótimo documentário e até esclarecedor para muitas pessoas, sobre como realmente ocorre essa transição, em qual idade. E nos ajuda a perceber mais como deve ser conflitante passar por tudo isso, sorte desses que por mais difícil que seja tiverem apoio dos pais!!

    ResponderExcluir
  23. Já que to aqui vamos ajudar a foder com esses crentes de merda...

    A razão pela qual nenhum crente pode admitir a verdade, que esse tipo de coisa é natural, natural no sentido da pessoa nascer assim e não é uma escolha como eles querem e fazerm de tudo pra acreditar, é pois se admitirem isso terão que admitir também que foi o seu precioso deus quem fez essas pessoas assim e portanto isso negaria sua preciosa biblia e desmetiria sem conteúdo.

    Melhor ser um lixo preconceituoso do que acreditar que a biblia possa ser mentira né...

    Religiosos desse tipo me deixam com nojo.

    Sou heterosexual e acho que ninguem tenque ficar dando palpite na vida de ninguem, muito menos o que os outros fazem com seus respectivos genitais, desde que sejam adultos e tudo seja consentido.

    Resumindo: VÃO CUIDAR DAS PORRAS DAS SUAS VIDAS INUTEIS SEUS LIXOS HOMOFOBICOS.

    ResponderExcluir
  24. Que vocês preconceituosos de merda vão tomar bem no meio do cu. Grata!

    Ps: Agradeceria se morresem tb (:

    ResponderExcluir
  25. Calma pessoal, não vamos começar a misturar religião senão a discussão perde o foco.

    ResponderExcluir
  26. Por que se alguém achar isso errado já é logo taxado de preconceituoso? Que bosta!

    Eu concordo que isso é uma doença mental explicada por cientistas e blablabla, mas ei, é uma DOENÇA! Como se trata uma doença? Tentando acabar com ela, lógico, não incentivando mais ainda essa loucura nas crianças.
    Se meu filho tivesse essa doença de gênero, eu procuraria tratamentos para ele ser o que ele é biologicamente, aceitar e passar a gostar disso.

    Isso é minha opinião. Não é por isso que vou sair chingando e matando os pais dessas crianças ou chingando quem acha isso certo e lindo, assim como alguns de vcs fizeram aqui com quem não concorda.

    ResponderExcluir
  27. O DIA QUE SEU FILHO DE SEIS ANOS, FALAR QUE SE SENTE COMO UM CACHORRO, DEVE INSENTIVAR E COMPRAR RAÇÃO......EU ACHO QUE O PROBBLEMA ESTA NOS PAIS....QUE JA VIERAM DE UMA CRIAÇÃO DEFORMADA E ACHA NATURAL....CRIAR DESSA FORMA É MUITO FACIO.....

    ResponderExcluir
  28. adooreeei acho o maximo essas coisas!!!!

    ResponderExcluir
  29. ADRIANO, É UMA PENA Q AINDA TEM GENTE IGNORANTE DIZENDO Q SER GAY OU LÉSBICAS E MÁ COMPANHIA, INFLUÊNCIAS DE TAIS AMIGOS OU PAIS. E DEFORMADA É O SEU CÉREBRO,E SÓ LEMBRANDO Q ( FÁCIL SE ESCREVE COM (L) NO FINAL E NÃO COM (O). O DOCUMENTÁRIO MOSTRA COISAS IMPORTANTES. MUITO BOA A MATERIS PARABÉNS!!

    ResponderExcluir
  30. é facil julgar pra quem ta no mundo de fora, é facil apontar e dizer SE CURA VIADINHO, vcs que apontam e dizem que isso é doença, sem vergonhisse, erro dos pais, passivel de tratamento nao sabem NEM IMAGINAM, a dor de vc nascer do jeito q vc sabe que nao é. vcs nascem satisfitos," AHA, TENHO PAU, TENHO BARBA, CURTO UMA BUCETINHA, sou perfeito,sou normal". agora imagina todos os dias vc acordar olhar pra baixo e sentir como se houvesse um parasita nojento pendurado em vc, vc ter que se vestir da maneira da qual SABE QUE É ERRADO por mais que digam que o certo é o que a maioria quer. é como se vc nascesse com dez dedos em uma mao e quisessem que vc usasse uma luva de cinco dedos. vc sabe que nao da certo. tenho nojo dessas pessoas que nem sequer imaginam esse sofrimento e ja vao apontando, e falando asneira como esse diego henrique. lembre-se que vcs preconceituosos vao ter filhos tambem, o q vcs vao fazer se o filinho querido quiser usar vestidinho? vao afogar ele no rio? ou vao dar o amor e o apoio que ele necessita??!
    Raphael.

    ResponderExcluir
  31. ah, e vcs acham que Deus ama mais um crente de terno come buceta do que uma criança inocente, que só quer ser ela mesma? vcs nao pregam dizendo que se Deus é Deus de amor? entao pq ele nao deixaria homossexuais entrar no reino dos ceus? nao foi ele mesmo que criou todos nós? inclusve os homossexuais?? vcs me dao ainda mais nojo, que dzem o nome de Deus e vao, acham que sao os reis da verdade so pq vao em igrejinhas e ficam ouvindo um sarcedote enganador que diz "amem irmaos". imagina? ficam dizendo lixo... Deus deve rir muito disso, ou nao, deve ficar magoado com tanta intolerancia que seus filhos queridos fazem contra a propria humanidade, que deveria ser unida como uma só.

    ResponderExcluir
  32. Anônimo, NOJO é meter o pau no cu de um viado.....isso é nojento........

    ResponderExcluir
  33. Gente é uma pena voces estao confundido transsexualidade nao tem nada haver com orientaçao sexual!!!!!!!!!!1
    a menina pode se sentir como menino mas gostar de menino!!! ou pode gostar de meninas...

    esse é o maior problema da transsexualidade porque as pessoas confundem muito.... nao tem nada haver com gay ou lesbica.. porque eles nem sabem ainda o que é isso.. isso é qunado o psicologico é um e o corpo é outro... alguns medicos dizem que isso é biologico...
    entao antes de falar alguma coisa procure a respeito.. e nao falem o que nao sabem

    ResponderExcluir
  34. o tratamento para transsexualidade é deixar a pessoas ser o que ela quer ser... nao é incentivar mas ficar bem.. se eles nao serem como eles sao .. eles provavelmente vai se corta e corta seu corpo e ter depressao.. entao o tratamento correto é o bem estar da pessoa e nao o que gente quer!

    ResponderExcluir
  35. Pessoal adorei o post, é um ótimo documentario retrata muito bem como um trans se sente, eu sou trans e passei toda minha infancia escondendo isso, pois acreditem as outras crianças podem ser muito crueis a unica vez q eu falei sobre isso na escola levei até pedrada. Acreditem é muito bom ver q hoje as pessoas ja estao mais abertas a esse assunto.

    Quanto aos comentarios preconceituosos eu realmente queria q vcs tivessem nascido como eu aí vcs iam sentir na pele como tudo o q vcs falaram é um trememdo monte de lixo.

    Abraços ao pessoal do blog continuem fazendo esse belissimo trabalho, acreditem vcs ajudam muito a acabar com esse preconceiro ridiculo.

    ResponderExcluir
  36. Obrigado a todos que comentaram e voltem sempre.

    ResponderExcluir

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...